Decoração
07 nov 2014

Guia Decor: como criar e decorar os ambientes utilizando Mood Board

Para decorar os ambientes estão envolvidos inspirações, gostos, estilo e sonhos. Se você está decorando um ambiente, a melhor maneira de obter uma aparência agradável e ter uma visão melhor de como ficará a decoração é montar um Mood Board. Ok! Mas o que é um Mood Board? O “Mood Board”, ou em tradução livre para o português “quadro de atmosfera”, é uma ferramenta muito usada por designers de todas as áreas para organizar e traduzir visualmente as quatro palavrinhas acima. Segundo Simone Collet, do site Meu Estilo Decor, a ideia do Mood Board ouse preferir, quadro de estilo é você garimpar imagens, amostras de tecido, papéis coloridos, pequenos objetos como botões e fitas, elementos da natureza, qualquer coisa que combine com a atmosfera do seu ambiente. Para fazer seu quadro de estilo é super fácil, divertido e ajudará muito na hora de decorar qualquer ambiente. Abaixo, vou dar algumas dicas de como criar seu “quadro de estilo” usando como exemplo o ambiente da sala. Vale ressaltar que você poderá montá-lo para todos os ambientas da casa. Vamos lá!


Antes, gostaria de mostrar o Mood Board que fiz  antes do projeto de decoração para a decoração do quarto do meu pequeno Arthur. Selecionei algumas inspirações da internet, como: cores, estampas, objetos e textura, e montei todas elas no programa Power Point. Se você se bate um pouco com esse programa, sem problemas. Recorte imagens de revistas ou imprima inspirações e cole numa folha de papel. Você pode incluir e excluir as imagens até achar o que agrade mais. Para você entender melhor como isso funciona, veja as dicas abaixo:

Mood Board quarto do Arthur



Projeto final


Como criar o Mood Board?

 Ambiente: sala

1- Arrume fotos de salas que você ache interessante e cole uma ou duas de suas favoritas no mood board. Seja realista em relação à sua vontade de conseguir criar o mesmo visual- o layout, a luz e as proporções da sua sala podem ser muito diferentes dos da foto que você elegeu como sua preferida.


2- Você tem algum item chave que simplesmente adora e quer usar como ponto de partida na decoração da sua sala? Pode ser uma foto, um tapete ou um objeto qualquer. Ou quem sabe você tenha uma peça de mobília, como um sofá, que faça questão de incluir nesse projeto? Use isso como inspiração para cores ou padrões, ou como base para desenvolver alguma temática. 

Usar um item favorito como inspiração dará à sua sala um toque de personalidade e exclusividade


3- Escolha uma cor de base para as paredes ou o piso, já que essas áreas formam o maior bloco de cor do local. Pinte o mood board dessa cor ou cole nele uma amostra de papel de parede favorita, certificando-se de que está na proporção que terá nop ambiente, ou seja, se você pintar com essa cor as quatro paredes, pinte todo o mood board com ela. Se gostar do efeito, use isso como ponto de partida para sua paleta de cores.


4- Introduza destaques de cor que sejam sutis variações da sua cor de base ou contrastem com ela. Uma delas será seu destaque principal de cor usada, exemplo: no papel de parede, na prateleira ou numa capa de sofá. Um segundo destaque de cor pode ser usado em menor grau nas almofadas, abajur e objetos decorativos. O terceiro deve ser apenas uma variação de tom, visível no padrão de uma almofada.

5- Use padrão e textura de modo sutil. O ambiente não precisa incluir um padrão, mas essa ideia costuma deixar o ambiente mais interessante. Se você não gosta de padrões, introduza textura numa mesa de madeira ou numa capa de pele falsa jogada sobre o sofá.

6- Escolha a mobília que você gostaria de colocar ou substituir as peças atuais. Aqui a cor entra em cena – use as dicas acima sobre como escolher o tom certo do tecido ou o tipo de madeira. Quanto à forma, reveja as cores e os padrões de seu mood board. Será que um móvel tradicional com linhas curvas fica melhor do que um contemporâneo em seu esquema?

7- Dê os toques finais com almofadas, luminárias, vasos e enfeites. Eles dão personalidade ao ambiente e podem contribuir para que seja bem-sucedido. O mood board o ajudará a planejar bem isso: reúna ideias sobre o que gostaria de acrescentar e cole fotos para ver se combinam com seu tema, design e paleta de cores. 

Seus acessórios não precisam combinar com perfeição, mas têm de se encaixar no estilo geral do ambiente.




Solte sua criatividade e bom gosto e manda ver!

Bjinhos e boa sorte!

Rafaela

por Rafaela Oliveira
Comente aqui
4 comentários em “Guia Decor: como criar e decorar os ambientes utilizando Mood Board”
  1. Juliana Amado07/11/14 • 15h26

    Eu nunca fiz um, mas estava vendo essa técnica no livro “Decorar”, da Holly Becker. Estou pensando em experimentar no meu próximo projeto!

    Beijos.

  2. Ana Yuan07/11/14 • 18h07

    adorei a dica tudo bem criativo né bjs
    http://www.antestardedoquenunca1.blogspot.com

  3. Jane Ramos08/11/14 • 14h20

    Super adorei, muito legal

  4. Amanda Justino09/11/14 • 09h54

    Já vi em programas de decoração essa técnica e vou usar aqui em casa

Navegue pelas categorias
Voltar para a Home