Blog Organize sem Frescuras!
25 jun 2012

Colchão: como trocar o seu?

 

Mês passado resolvi trocar o meu colchão e olha que o meu já tinha uns dez anos (nossa uma década!), fui até uma loja e o vendedor me pediu com gentileza para que deitasse em um para “experimentá-lo”. No começo morri de vergonha, mas depois achei muito importante eu estar ali deitada, pois por mais que fossem apenas alguns minutinhos, já deu para perceber o modelo que me agradava mais (e olha que são vários modelos hoje no mercado). Fui procurar entender melhor sobre o assunto e descobri diversas dicas para você se encorajar e trocar o seu também se quiser:

Não durma com o inimigo, ou melhor, com os ácaros, bactérias e carrapatos,  expelimos uma média de 250 ml de suor por noite e estes bichinhos adoram se proliferar por ali! Troque seu colchão até no máximo sete anos, mesmo que ele esteja em perfeito estado, a quantidade de ácaros é gigantesca (acredite se quiser).

Quando for “experimentar” alguns colchões nas lojas, deite do mesmo jeito que já está acostumado e veja se a curvatura do seu corpo está totalmente preenchida pelo estofamento do colchão (quando fizer isto, sua mão não pode passar entre a lombar e o colchão).
É errado achar que colchão “duro” é o melhor. Faça um teste: deite-se de lado, se você sentir pressão no ombro ou quadril, talvez o colchão seja muito firme para você. Quando um colchão é muito firme, talvez você possa sentir formigamento nos braços e pernas, e quando acordar ao invés de se sentir descansado, poderá acordar cansado. O colchão deve acomodar seu corpo e dar o alívio de pressão.
Se for comprar um colchão bem mais macio do que o seu, lembre-se que no começo poderá estranhar (às vezes leva um tempinho para seu corpo se acostumar com a nova superfície). O melhor é não mudar radicalmente o conforto do colchão.

Outra dica legal, quanto mais estofamento o colchão tiver, melhor ele acomodará seu corpo e mais conforto ele irá proporcionar. Verifique com o vendedor de que material ele é feito e exija ver o que tem dentro (poderá comprar gato por lebre), algumas marcas colocam zíper na lateral para que possamos conferir o conteúdo do produto.
Colchões com látex (borracha) são considerados os melhores, pois além de serem mais higiênicos e moldarem o corpo perfeitamente, proporciona uma noite de sono mais duradoura e renovadora, o látex também deforma menos que os demais produtos, (apenas 1% sobre sua altura total em 10 anos). O meu é de látex e é uma delícia!

 Tampo (tecido)+ látex+ molas ensacadas

Prefira os com molas ensacadas, elas trabalham de forma individual, ou seja, quando virar de lado, seu parceiro não vai sentir (é fato, tem colchões que agente até pula).
Quando comprar, vire o seu colchão ou gire (cabeça/pé, pé/cabeça) pelo menos uma vez ao mês, isso faz as camadas do colchão trabalharem de forma igual, ou seja, um lado não ficará mais desigual do que o outro. Para não esquecer escreva no papel o mês que virou ou girou e pendure no colchão com um alfinete (como da foto), assim você não esquece!

Bons sonhos, boa sorte e até a próxima!
por Rafaela Oliveira
Comente aqui
5 comentários em “Colchão: como trocar o seu?”
  1. Lílian Almeida25/06/12 • 20h45

    notas 10 as dicas, me ajudaou demais, meu colchão tá passando da hora de trocar !
    Tenha um dia cheio de coisas boas , e muita paz no coração !
    http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/
    Beijo no ♥ !

    • Rafaela Oliveira26/06/12 • 22h47

      Olá Lílian tudo bem? Fico feliz que tenha te ajudado, trocar de colchão não é tão fácil, mas depois é só dormir nas nuvens rs!Um bjão e obrigada pelo comentário e visita, seja sempre bem vinda

  2. Catharina Campos26/06/12 • 09h12

    Olá. É verdade. Colchão é uma peça de fundamental importancia para nosso bem estar e muitas vezes não nos tocamos. E de tantas opções é realmente difícil saber qual o melhor prá cada pessoa, especialmente o de casal. Valeu o post.Bjks Catharina do babuchydecor.blogspot.com

    • Rafaela Oliveira26/06/12 • 22h46

      Oi Catharina tudo bem? Posso confessar que tem tantos modelos hoje nas lojas que dá até um nó na nossa cabeça, mas seguindo estas dicas, dá pra escolher um colchão bem bacana, depois é só relaxar…Obrigada pela visita e comentário, seja sempre bem vinda e qualquer dúvida ou sugestão dá um tok

  3. Rafaela Oliveira26/06/12 • 22h43

    Este comentário foi removido pelo autor.

Navegue pelas categorias
Voltar para a Home